Parceiros da Acção

O projecto ‘O percurso dos Quilombos: de África para o Brasil e o regresso às origens‘ é implementado pelo Instituto Marquês de Valle Flôr em parceria com parceiros locais nos três países de intervenção.

IMVF | Instituto Marquês de Valle Flôr

A desenvolver projectos de Cooperação para o Desenvolvimento no Brasil desde 2001, o IMVF tem centrado a sua intervenção nas áreas do Reforço Institucional, Capacitação e Assistência Técnica, Apoio Jurídico, Cultura e Inclusão Social e Socioeconómica de grupos vulneráveis.

ACONERUQ | Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Maranhão

Fundada em 1997, a ACONERUQ é a associação representante das comunidades remanescentes de Quilombos no Estado do Maranhão. A Associação assegura apoio político, jurídico e técnico às suas comunidades membro, defendendo o respeito pelos seus direitos básicos como o acesso à saúde, à educação formal e à melhoria das condições de salubridade das comunidades.  A associação aposta igualmente na promoção da formação e capacitação das  comunidades Quilombolas nas mais diversas áreas. A ACONERUQ é membro da CONAQ – Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas, entidade agregadora das comunidades Quilombolas a nível nacional.

Morada
Rua do Milho, quadra 38, casa 07 Bairro Coroado
CEP: 65032 – 100 São Luís – Maranhão

Plataforma das ONG de Cabo-Verde

Criada em 1996, a Plataforma das ONG de Cabo-verde aspira contribuir para o reforço da sociedade civil cabo-verdiana, assegurando apoio técnico e logístico às suas ONG membro e representando-as nos fóruns internacionais. A parceria da Plataforma no âmbito deste projecto permite o contacto com diversas associações e entidades locais das mais variadas áreas de intervenção.

AD | Acção pelo Desenvolvimento
Criada em 1991, a Organização Não Governamental guineense Acção para o Desenvolvimento é hoje um marco na sociedade civil nacional contribuindo positivamente para o desenvolvimento sustentável da Guiné-Bissau. Intervém em prol do desenvolvimento das várias comunidades nas áreas de Desenvolvimento Comunitário/apoio às mulheres; Agro-alimentar; Meio ambiente e floresta; Desenvolvimento urbano/apoio aos jovens – actividades geradoras de receitas e Desenvolvimento rural integrado.

Comments are closed.