Sabia que …

… a palavra ‘Quilombo’ deriva do tronco linguístico Banto, falado na região de Angola? Etimologicamente, a palavra ‘quilombo’ deriva do tronco linguístico Banto, especificamente das línguas kimbundo (kilombo) e umbundo (ochilombo) faladas na região de Angola e significa “acampamento guerreiro na floresta, sendo entendido ainda em Angola como divisão administrativa” (Souza, 2008 apud Lopes, 2006, p.27-28).

… a Grilagem é uma prática ancestral, utilizada ainda nos dias de hoje no Brasil, para denominar a falsificação de documentos de propriedade de terras? A Grilagem é uma prática de falsificação de documentos cujo termo deriva da técnica utilizada para o efeito. Esta consiste em colocar escrituras falsas dentro de uma caixa de grilos até estes ficarem amarelos (devido aos excrementos) e roídos, dando-lhes uma aparência antiga e, por consequência, mais verdadeira. Com estes documentos são assim falsificados os direitos de propriedade.

… o Arroz Oryza Glaberrima ou Arroz Quilombola é originário de África e chegou ao Brasil no século XVI pelas mãos dos africanos escravizados, sendo o primeiro tipo de arroz a ser cultivado no Brasil? Anos mais tarde, o Governo Português passou a dar preferência ao arroz do tipo asiático, proibindo os colonos de plantar arroz africano. Caso não o fizessem, estariam sujeitos a um ano de prisão e uma multa. Por outro lado, os escravos e índios que não cumprissem esta norma, estariam sujeitos a dois anos de prisão. Os Quilombolas, como forma de resistência e afirmação da sua cultura, guardavam consigo sementes de arroz africano, de cor avermelhada e continuaram a fazer plantações. Ainda hoje, muitas comunidades Quilombolas vêem o cultivo deste Arroz como símbolo de preservação e valorização da sua história e da sua cultura. Actualmente, o cultivo deste arroz está inserido no Programa Arroz Quilombola.

… a influência africana é especialmente visível nas culturas agrícolas e alimentares brasileiras? Com a chegada de africanos escravizados entraram igualmente no país culturas tão diversas como café, quiabo, inhame, pimenta-malagueta, palmeira dendê, diferentes variedades de feijão, entre outras.

Planta Guiné

Planta Guiné

Guiné é o nome de uma das plantas medicinais mais populares na cultura Quilombola? As benzedeiras Quilombolas acreditam que esta planta tem o poder de criar um forte campo magnético em seu redor, bloqueando a acção de energias negativas. Acreditam que a mesma desperta o optimismo e atrai a boa sorte criando bem-estar no ambiente que a rodeia.

Encantados é o nome dado aos voduns, gentis (nobres), caboclos e índios que moram nas encantarias africanas ou brasileiras e que incorporam nos filhos de santo? (FErretti, M.,2003). São seres invisíveis à maioria das pessoas que habitam as encantarias, locais de muita energia e poder, que dizem ficar acima da terra e abaixo do céu, que nunca morreram e nunca tiveram matéria. Entram em contacto por meio de sonhos ou durante a realização de rituais mediúnicos nos barracões de mina, terecô ou umbanda – religiões de matriz Africana

.… O Quilombo de Palmares chegou a abrigar cerca de 50 mil Quilombolas em 1670? Aquando da invasão holandesa em Pernambuco (1630), vários senhores abandonaram as suas terras fazendo com que um grande número de escravos procurasse abrigo neste Quilombo. A República de Palmares, como ficou conhecida, ocupava os actuais estados de Pernambuco e Alagoas, na região nordeste do Brasil. Segundo alguns estudiosos, o Quilombo de Palmares era um conjunto de Quilombos com organização própria, articulados entre si, protegido por várias armadilhas e muralhas que o cercavam.

Comments are closed.